3º Seminário Frutos da Mata Atlântica

O Instituto Florestal(IF) realizou no dia 11 de novembro a terceira edição do Seminário Frutos da Mata Atlântica – o sabor da biodiversidade.

O Seminário tem o objetivo de difundir frutas comestíveis do bioma que são conhecidas, saborosas e nutritivas e tradicionalmente muito apreciadas, mas que não saíram do fundo do quintal. É um encontro que visa debater as potencialidades desses produtos como ferramentas para viabilizar sua conservação e a participação das comunidades nesse processo. Dentre essas frutas, podem ser citadas araçá, uvaia, grumixama, cereja-do-rio-grande, cambucá, cabeludinha, guabiroba e juçara.

A mesas de abertura do evento teve a presença do Diretor Geral do IF Miguel Luiz Menezes Freitas, do Cônsul do Japão Sathoshi Endo, de Guenji Yamazoe, pesquisador aposentado do IF e ex presidente da Associação dos Bolsistas da Japan Internacional Cooperation Agency (ABJICA) e do Presidente do Conselho Nacional da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) Clayton Ferreira Lino.

Após a cerimônia de abertura, Yamazoe proferiu a palestra “Florestas de Uso Múltiplo, uma estratégia para recuperação da Mata Atlântica”. Marcelo Mendes do Amaral, da  RBMA, falou sobre “Mercado da Mata Atlântica” e Gabriel Menezes, do Instituto AUÁ, sobre a “Rota do Cambuci”. Em seguida, Fernando Silveira Franco, da Universidade Federal de São Carlos (Ufscar), ministrou a palestra “Produção de frutas nativas e os sistemas agroflorestais (SAF)”. O colecionador de espécies frutíferas nativas Helton Josué Teodoro Muniz apresentou “Novidades sobre frutas da Mata Atlântica” e o produtor rural Hugo Daibs falou sobre “Cultivo de cambuci e uvaia”. Renato Farinazzo Lorza, da Fundação Florestal, discorreu sobre “Resolução SMA 14, de 27/02/2014, que estabelece critérios e procedimentos para plantio, coleta e exploração sustentável de espécies nativas da Mata Atlântica”. No período da tarde, foi realizado o painel “Situação atual e perspectivas sobre a polpa de juçara”. Ao final, foi realizada a abertura da 24ª reunião anual do Conselho Nacional da RBMA.

DSC0009_1 DSC0019_1 DSC0042_1 DSC0061_1 DSC0076_1

Durante o intervalo, os participantes puderam degustar o coffee break preparado pelas comunidades produtoras participantes do evento, que teve bolos, salgados, doces e sucos preparados com frutas nativas da Mata Atlântica.

Estiveram presentes cerca de 250 participantes. Devido à lotação do auditório, as palestras também foram exibidas na parte externa em tempo real através de um telão. O evento foi realizado na sede do Instituto Florestal, em São Paulo, em parceria com a ABJICA e a RBMA. Teve apoio da Japan Internacional Cooperation Agency (JICA), Ufscar, Fundação Florestal e Comunidades do Bairro Rio Preto, Guapuruvu, AKARUI, Instituto H&H Fauser, Instituto AUÁ, VERSTA.

Fotos: José D. Senhorinho

Mais informações: Pesquisador científico Luis Alberto Bucci – Reserva da Biosfera da Mata Atlântica – Tel.: (11) 2208-6080 / 2208-6082

ScreenShot463

 

ScreenShot464