Palavra do Presidente

Nossa Missão

Em 2013 conheci a Jica e ainda como bolsista em Kitakyushu, percebi que a nossa missão não termina com o término da bolsa. Nossa missão, começa.

Estou com 45 anos, teórica e estatisticamente, estou na metade da jornada vida.

De vez em quando, paro….olho pra trás …. olho pra frente…e reflito se estou no caminho certo, se devo mudar algo, se tudo que fiz foi bom, se estou cumprindo com o meu papel aqui na Terra.

Em 2008, escolhi trilhar o caminho da politica, pois ainda acredito que somente dentro dela que se é possível mudarmos o destino de uma comunidade. Sonho em projetar e executar mecanismos sociais capazes de promover mudanças transformando cidades e vidas.

E é por isso que me identifico tanto com a Abjica.

Os eventos que realizamos me faz sentir que estamos ajudando a melhorar nosso país e é só por este motivo que aplico tanta energia em todos eventos.

Nesta jornada conheci muita gente, fiz muitos amigos, mas ainda me deparo com duvidosas bifurcações ideológicas que me fazem pensar e repensar se devo perseverar ou buscar novos e diferentes caminhos….Se eu devo esquecer a politica e cuidar mais da minha vida e de minha família.
Este é o meu desafio pessoal: buscar o equilíbrio entre a filantropia e o profissional.

Sou assim. Sou politico. E não é fácil ser politico no Brasil. É muito melhor, ter amigos políticos. Não almejava assumir a Abjica, pois participo ativamente de outras entidades como o Bunka de São Caetano do Sul e a ABGJ – Associação Brasileira de Gastronomia Japonesa que demandam muito tempo e energia.

Mas….os meus planos não são nada quando comparados aos planos de Deus e tenho certeza de que os Dele são melhores que os meus.

Após longas conversas com o amigo Sergio Ishikawa resolvi aceitar o desafio. Espero estar a altura dos que me antecederam e atender as expectativas de todos, ou de pelo menos da maioria….

Nossa chapa chama-se INTEGRAÇÃO, pois gostaria e aproveito esta ocasião para solicitar ao representante do Consulado do Japão Sr Naoki Nakano que a ABJICA posso compor o G5 que atualmente é formado pelas entidades: JCI, ASEBEX, Comissão de Jovens Seinen Bunkyo, Abeuni e Interkaikans Beneficente.

Há muita sinergia e contribuiremos para realização de muitos eventos.

E dando continuidade ao excelente trabalho de todos os presidentes que me antecederam, gostaria de implementar já na próxima reunião a transmissão online de nossas reuniões e nomear os diretores de área para que tenham autonomia para utilizarem todos os recursos humanos e materiais disponíveis.
Peço a ajuda e a participação efetiva de todos os diretores e integrantes desta entidade para que estejam engajados em nossa missão: “A de construir um país melhor com os conhecimentos adquiridos no Japão”.

Teremos muitos e novos desafios pela frente: como buscar recursos com a iniciativa privada, patrocínios e apoiadores para que possamos desenvolver nossos eventos levando e semeando conhecimento.

Oro à Deus, agradecendo diariamente pelos amigos que compartilham de meus desafios e peço à ELE que me utilize como um instrumento para inspirarmos e melhorarmos as vidas de outras pessoas.

Muito obrigado
Flavio Nakaoka
São Paulo, 05 de junho de 2018

Theme by Anders Norén